Início Notícias Agenda Videos Quem somos Contactos

BRUTAL MUSIC MAGAZINE #3 Reportagem - MOONSPELL / REDLIZZARD; REVIEW / BIOGRAFIAS / NOTICIAS EUFOBIA / DOKUGA SYSTEMIK VIOLENCE / 800 GONDOMAR / VEINLESS / BULLET-PROOF / SOLITARY RITUAL / DEVANGELIC / INCURSED / BIZARRA LOCOMOTIVA e muito mais #entra aqui#

Translate this Page
Ultimas Atualizações
Início  (18-11-2017)
O HARD CLUB faz 20 anos  (18-11-2017)

Rating: 2.6/5 (745 votos)

ONLINE
1


Partilhe este Site...

 BRUTAL MUSIC MAGAZINE #3 Nov/Dez

Parceiros


Entrevista Once Human
Entrevista Once Human

Entrevista Once Human com Logan Mader  (guitarra)

 

-Quem são os Once Human? Como e quando é que tudo começou? De onde são?

 

Once Human são

Lauren Hart - Voz

Logan Mader - Guitarra

Max Karon - Guitarra

Skyler Howren - Guitarra

Damien Rainaud - baixo

Dillon Trollope - bateria

 

Estamos sedeados em Los Angeles e Las Vegas
Começámos em maio de 2014, quando conheci a Lauren. Originalmente era uma co-produção, mas depois de trabalharmos juntos eu rapidamente decidi fazer parte da banda, também como produtor. Passaram-se muitos anos desde que eu toquei na banda, estava apenas a produzir e a misturar álbuns, mas algo me disse para voltar a tocar novamente. Estou feliz por ter tomado essa decisão.

 

-Once Human, porquê este nome e o que significa?

 

A queda da humanidade no mundo. Transformação, transcendência e evolução.

 

-Muitas mudanças de line up?

 

Nem por isso. O baterista que tocou no nosso primeiro álbum, o Dillon, não podia andar em tour. Ele esteve connosco desde o primeiro concerto e continua aqui. Adicionámos um terceiro guitarrista ao escrever Evolution. Max Karon é um músico incrível, grande compositor de riffs e uma pessoa incrível. Ele escreveu a música comigo e com a Lauren. Agora temos 3 guitarristas. Vai ser fixe para apresentações ao vivo, pois há muitas partes no nosso álbum com 3 linhas de guitarra a tocar em simultâneo. Podemos reproduzir essas partes organicamente no palco.

 

-O que influencia as vossas músicas e letras?

 

Somos influenciados pela necessidade de criar algo novo e original. No nosso som temos um pouco de death, um pouco djent e todo o metal puro. As Letras da Lauren são influenciadas por eventos no mundo de hoje que têm impacto sobre ela emocionalmente, bem como experiências pessoais ao longo da sua vida.

 

-Falem-nos um pouco do último single "Gravity"… Algum conceito especial?

 

Filmámos esse vídeo mais uma vez com o diretor Ron Thunderwood, porque ele dá-nos muita liberdade para sermos nós mesmos. Ele é principalmente um exército de um homem, então a convivência é incrível. Adoramos a sua paixão e queremos que as pessoas vejam a sua versatilidade e habilidade fora da sala de controle. Trabalhamos com toda a luz natural, então tivemos uma pequena janela de tempo. O vento era tão forte que quase perdemos o drone e Ron teve que persegui-lo. Nós não esperávamos o vento e a poeira, mas fomos com ele e no final encaixou-se tudo com as letras. As letras e a vibração do vídeo são quase as mesmas: constantemente nublado, inesperado, confuso, correndo complexidades da mente, e apenas um momento de clareza.

 

Este novo vídeo marca também oficialmente a estreia de Max Karon nas guitarras. Ele é um guitarrista incrível e desempenhou um grande papel no processo criativo comigo e com a  Lauren no nosso novo álbum, Evolution. Estamos a lançar esta música como um segundo single, porque mostra os elementos mais progressivos dentro do nosso álbum, tem letras com significado e mostra a diversidade da Lauren como vocalista.

 

-Quando é que os fãs e os meios de comunicação podem contar com o "Evolution"? Quando será lançado?

 

O Evolution vai estar disponível a 10 de Fevereiro. Nós crescemos muito criativamente neste álbum. A música é mais avançada e tem elementos progressivos modernos. Nós temos o ajuste mais baixo da guitarra e alguns dos riffs são os mais doentes que eu criei. A Lauren brilha nas performances vocais. Ela desenvolveu novos estilos vocais que vão desde grunhidos mais profundos a gritos tonais. Há um canto menos limpo neste álbum e só aparece quando a música realmente o exige. As letras da Lauren avançaram para um nível mais elevado de conceitos profundos e com um significado que te deixam a pensar.

 

-Têm uma boa relação com a earmusic?

 

Nós amamos a earmusic. Eles foram muito solidários e acreditam em nós. Não é fácil hoje em dia encontrar uma editora disposta a assumir riscos financeiros em novas bandas, por isso temos a sorte de ter o seu apoio.

 

-É fácil viver da música no vosso país?

 

Não é fácil viver da música em nenhum país do planeta terra em 2017 lol. Nós ainda estamos naquele ponto em que gastamos mais dinheiro do que aquele que fazemos, mas o potencial para construir é realista. Estou muito animado para o lançamento do novo álbum.

 

-Por favor, definam-se numa única palavra.

 

Brutal

 

-Quais são os vossos planos para o futuro? E também os vossos maiores sonhos…

 

No imediato é percorrer o mundo o máximo possível. O meu maior objetivo na vida é ser sempre feliz e ter uma grande experiência de vida.

 

-Conhecem alguma coisa de Portugal? A nossa música e cultura....

 

Já estive muitas vezes em Portugal com Machine Head e Soulfly. Na verdade o primeiro concerto de Once Human fora dos EUA foi em Lisboa, em Novembro de 2015. Adorámos e esperamos voltar brevemente!

 

-Uma mensagem final para os vossos fãs e leitores da hintf…

 

Obrigado por apoiarem Once Human! Estamos ansiosos por tocar novamente em Portugal. Podem encomendar o nosso novo álbum e merchandise em: https://www.killermerch.com/once-human/

 

Entrevista realizada por Miguel Ribeiro/Hintf WebZine

 

topo